segunda-feira, 3 de julho de 2017

Análise: TOC Weekly Shonen Magazine #30 (2017).


That's All, Folks!


escrito por Diego Felipe

Na próxima teremos o retorno de um mangá que estava em hiato. Bem, mas o foco agora é essa edição, não é mesmo? Pois bem... tivemos quatro novatos no bottom, Baby Steps ganhando destaque, página colorida para Tsurezure Children (o anime vai estrear em menos de 48 horas), três one-shots, cinco obras ausentes (pelo menos três delas retornam na próxima edição)... Bem, vamos à TOC (Table of Contents).

TOC Weekly Shonen Magazine #30 (2017):
Ayane Sakura (Capa Física)
Baby Steps (Capa Digital, Página Colorida de Abertura) (capítulo 431)
01. Hoshino、Me o Tsubutte。 (capítulo 60)
02. Nanatsu no Taizai (capítulo 223)
World End Crusaders (Pré-Rank, 32 pg.) (capítulo 03)
Runway de Waratte (Pré-Rank) (capítulo 05)
03. En En no Shouboutai (capítulo 85)
04. Tokyo Revengers (capítulo 18)
05. Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho (capítulo 08)
Tsurezure Children (Página Colorida) (capítulo 147)
06. Daiya no Ace - Act II (capítulo 85)
07. Fumetsu no Anata e (capítulo 30)
08. Hajime no Ippo (capítulo 1186)
09. Fairy Tail (capítulo 541)
10. DAYS (capítulo 205)
Ride Your Dream (One-shot, 40 pg.)
11. Domestic na Kanojo (capítulo 146)
12. Real Account (capítulo 121)
13. Senryuu Shoujo (capítulo 38)
Tomato Ichiban! (One-shot, 35 pg.)
14. Ohayou Survive (capítulo 10)
15. 8-gatsu Outlaw (capítulo 26)
16. Rakuraku Shinwa (capítulo 12)
Last Lykan (One-shot)
Ahiru no Sora (Ausente até a #32) (pausado no capítulo 561)
Fuuka (Ausente) (pausado no capítulo 160)
HiGH&LOW g-sword (Ausente) (pausado no capítulo 10)
Kindaichi Shounen no Jikenbo R (Ausente até a edição #31) (*) 
Seitokai Yakuindomo (Ausente) (pausado no capítulo 428)

LEGENDA
(*) - Numeração do capítulo não identificada

TOC Weekly Shonen Magazine #31 (2017):
- Capa Física: Rika Watanabe & Risa Watanabe
- Páginas Coloridas de Abertura: Kindaichi Shounen no Jikenbo R (25 pg.)
- Página Colorida: Fuuka
- One-shot: Aho Girl (Capítulo Especial da Bessatsu Shonen Magazine), Shoukoku no Altair (Capítulo Especial da Shonen Sirius)
- Ausente: Ahiru no Sora

TOC Weekly Shonen Magazine #34 (2017):
Fim: Fairy Tail

A capa física desta edição foi estampada pela jovem mas experiente dubladora Ayane Sakura. Já a capa digital e a página colorida de abertura foram para o veterano mangá de tênis Baby Steps (sim, essa capa digital é praticamente uma repetição de uma capa digital anterior que a obra recebeu). Apesar de não estar mais em seu auge, Baby Steps ainda é uma das obras mais chamativas da Weekly Shonen Magazine, além de ainda apresentar um nível de vendas superior à média de 100 mil cópias por volume. A outra página colorida ficou para Tsurezure Children, cuja estreia do anime acontece nesta semana, aliás "amanhã", no dia 04 de julho.

Os novatos World End Crusaders e Runway de Waratte ainda estão em seus terceiro e quinto capítulos respectivamente e cada um deles só passará a ser ranqueado a partir do lançamento do oitavo capítulo ou, caso algum deles ganhe página colorida no oitavo capítulo, a partir do nono capítulo.

Foram cinco os mangás ausentes nessa edição. Foram eles:

  • Ahiru no Sora: Embora ainda apresente um bom rendimento para os padrões da revista, é fato que a queda do nível de vendas de volumes e o tempo relativamente longo de publicação fizeram a obra ficar no limbo do esquecimento (nem todo mundo aguenta o pique de Hajime no Ippo). O mangá de basquete só retornará na edição #32, ou seja, daqui a duas edições.
  • Fuuka: Outra obra que integra o limbo de esquecimento. Fuuka retornará na próxima edição, com direito a página colorida.
  • HiGH&LOW g-sword: Mangá curto e de duração rápida que é publicado irregularmente na revista. Sua publicação é para expandir um pouco mais a popularidade da franquia HiGH&LOW, que é um sucesso no Japão.
  • Kindaichi Shounen no Jikenbo R: Depois de entrar em hiato na edição #21, Kindaichi finalmente estará de volta na próxima edição, quando receberá as páginas coloridas de abertura e um anúncio importante.
  • Seitokai Yakuindomo: O gag mangá tem mais de quatrocentos capítulos lançados mas segue em alta na revista, a ponto de estar perto da estreia do lançamento de um filme animado nos cinemas. Seu retorno está previsto para a próxima edição.
Os mangás ausentes foram substituídos por três one-shots: Ride Your Dream! (one-shot de 40 páginas do veterano Tsukasa Ooshima), Tomato Ichiban! (one-shot de 35 páginas) e Last Lykan (one-shot mais simples). A quantidade total de páginas desses one-shots corresponde ao total da média de páginas por capítulo dos mangás ausentes.

O primeiro lugar ficou com Hoshino、Me o Tsubutte。, justamente o mangá estável com menor nível de vendas atualmente. No entanto, seu desempenho já se mostrou suficiente para se manter por um bom tempo na revista. A obra, pra facilitar sua estadia, conta com uma boa recepção e de quebra ganha páginas coloridas com frequência relativa, o que mantém a obra em destaque. Hoshino, pode-se dizer, é um dos poucos novatos lançados a partir de 2016 que conseguiu se firmar.

Página Colorida de Abertura: Baby Steps

A segunda posição foi para o pilar Nanatsu no Taizai, que está em seu arco final e pode não demorar muito para ser finalizado. O fim de Nanatsu, somado ao fim de Fairy Tail, vai causar um impacto negativo à revista, a menos que esta consiga encontrar mangás novatos com rendimento muito alto e/ou consiga fazer crescer o rendimento de mangás promissores. Para todos os efeitos, a longo prazo o fim de Nanatsu preocupa o grupo editorial da Kodansha. Em terceiro está En En no Shouboutai, que está se aproximando mais e mais da marca de 100 capítulos lançados. De quebra, En En está em alta na revista e é visto como uma obra com potencial pelos editores.

O novato Tokyo Revengers segue buscando sua firmação na revista pegando posições elevadas na ordem de leitura. Dessa vez a obra ficou com um favorável quarto lugar. É questão de analisar qual será o nível de vendas de Tokyo Revengers para saber como será seu rendimento e se ela vai mesmo se estabilizar na revista. Vale lembrar que boa recepção não é sinônimo de obra que vai apresentar um bom rendimento nas vendas de volumes.

Em quinto ficou Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho, novato que nem começou e provavelmente o Nicolin já está torcendo pra rodar por ter um nome imenso (risos). Piadas a parte, o mangá passou a ser ranqueado a partir dessa edição e inicia sua trajetória para se firmar em uma revista em que a maioria dos novatos lançados recentemente tem sido meras pedras de sacrifício na revista: vão sendo testadas e canceladas para entrarem outras obras promissoras (e a maioria dessas obras promissoras vai se tornar pedra de sacrifício também).

A sexta posição ficou para Daiya no Ace - Act II, que vai se aproximando cada vez mais da marca de cem capítulos lançados. Daiya atualmente é um dos pilares da revista, com nível de vendas acima de 300 mil cópias em média por volume. O sétimo lugar foi para Fumetsu no Anata e, que aparentemente não sofreu um aumento muito grande no lançamento do novo volume. Ainda assim, o desempenho apresentado por Fumetsu é mais que suficiente para que o mangá permaneça estável na revista e sem riscos de cancelamento.

Na oitava colocação ficou o veterano Hajime no Ippo fazendo uma aparição pouco comum (ou não) no oitavo lugar, ficando no Top 10 dos mangás ranqueados. É uma boa posição para uma obra que mesmo sem ser lançada digitalmente e sem estampar capas digitais segue em alta na revista, com força e nível de vendas superior ao de muitos mangás mais recentes na revista, como Fumetsu, Hoshino e Real Account, por exemplo.

Página Colorida: Tsurezure Children

Mais uma vez Fairy Tail pegou uma posição na ordem de leitura abaixo dos outros dois pilares (Nanatsu e Daiya no Ace - Act II), ficando em nono lugar. Aliás, surpreendentemente o mangá de Hiro Mashima ficou abaixo até mesmo do veterano Hajime no Ippo, que raramente fica acima de Fairy Tail na ordem de leitura. Fairy Tail acabará em apenas quatro edições e provavelmente a edição será muito marcante para o histórico da revista.

Fechando o Top 10 nesta edição, DAYS segue em alta na revista, com vendas acima da média de 100 mil cópias por volume e com mais de duzentos capítulos publicados. Os editores estão satisfeitos com o desempenho do mangá, embora a obra tenha recebido menos destaque recentemente (nada que pese negativamente para a situação desse mangá de futebol). Em outras palavras, DAYS segue em segurança e não corre risco algum de cancelamento.

Na porta do bottom dessa edição, na décima primeira posição quem deu as caras foi Domestic na Kanojo, que ainda se encontra em uma situação tranquila na revista, com vendas em um nível satisfatório e uma boa recepção do público. Também não é raro vermos DomeKano (como o mangá é referenciado para alguns leitores) ganhar páginas coloridas e, eventualmente, até capas digitais. Em suma, DomeKano está em uma situação favorável e deve permanecer pelo que tempo que a autora Kei Sasuga considerar apropriado.

Quem abre o bottom desta vez (no décimo segundo lugar) é Real Account, mangá que embora tenha sofrido uma relativa redução de destaque desde o segundo semestre de 2016 ainda apresenta um bom nível de vendas de volumes e não corre riscos de cancelamento. Na verdade, dos mangás que apareceram no bottom nessa edição, Real Account é o único mangá veterano e também o único com sua permanência praticamente assegurada.

Ocupando as últimas quatro posições dos mangás ranqueados estão quatro mangás que correm risco sério de cancelamento: o gag mangá Senryuu Shoujo, o muito recente Ohayou Survive, o mangá de beisebol 8-gatsu Outlaw e o obscuro Rakuraku Shinwa. As quatro obras dificilmente irão prevalecer na revista e devem abrir espaço para outros novatos em breve... e considerando o fim de Fairy Tail e a possibilidade de outra obra lançada recentemente ser encerrada, será que de repente não temos uma leva de seis novos estreantes em breve? Bem, só o tempo dirá...


SITUAÇÕES DOS MANGÁS

PilaresDaiya no Ace - Act II, Nanatsu no Taizai
Seguros e Estáveis: Ahiru no Sora, Baby Steps, DAYS, Domestic na Kanojo, Enen no Shouboutai, Fuuka, Fumetsu no Anata e, Hajime no Ippo, Hoshino、Me o Tsubutte, Kindaichi Shounen no Jikenbo R, Real Account, Seitokai Yakuindomo, Tsurezure Children
Em Busca de Estabilização: Runway de Waratte, Tokyo Revengers, Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho, World End Crusaders
Pilar em Reta Final: Fairy Tail
Em Risco de Cancelamento: 8-gatsu Outlaw, Ohayou Survive, Rakuraku Shinwa, Rankers High, Senryuu Shoujo
- Duração de Curto Prazo: HiGH&LOW g-sword


Bem, galera, assim se encerra mais uma análise de edição da Weekly Shonen Magazine.
Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

onload='emoticon()'